Dermatite Atópica/ Pele seca

Essa doença é ocasionada por uma alteração da imunidade da pele, e da sua função de barreira. Consequentemente a pele fica seca, às vezes, até bem machucada, com muita coceira e tendência a “”alergia”” a qualquer picada de mosquito. Geralmente ela começa ainda na infância , e vai melhorando conforme os anos. Poderia escrever páginas e páginas sobre isso, mas não é a intenção ser capítulo de livro, então vou falar da PESSOA ATÓPICA, que é a forma levinha da doença e muito comum no consultório.

Caracteristicamente esse paciente tem a flora cutânea diferente, e defeito na filagrina, que é uma proteína capaz de ajudar na coesão entre as células cutâneas, fazendo uma barreira melhor ao meio externo, como se fosse um cimento da pele.

1)Perna escoriada 2)Bebê com a forma mais grave da doença 3)Braços com muita coceira e lesões menor e maior grau fonte: dermIS atlas

1)Perna escoriada
2)Bebê com a forma mais grave da doença
3)Braços com muita coceira e lesões menor e maior grau
fonte: dermIS atlas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como identificar a criança ou adulto atópico

Maioria das pessoas atópicas tem algum grau de “alergia” respiratória: rinite, sinusite de repetição, ou tem os pais com essa característica.  A pele costuma ser mais seca, áspera, e as áreas piores na criança maior e adulto são as dobrinhas (pescoço, dobrinha do braço e atrás do joelho). Essa pele é mais sensível que a pele normal, é como se a rede que nos protege do meio externo não tivesse totalmente fechadinha, então, temos um exército abaixo da pele (a imunidade) pronto para atacar quando vê o inimigo. Nesses pacientes sempre tem uma “frestinha” e o exército(defesa natural do corpo) vai direto ali, levando a coceira, machucados, e até infecções.  Outra característica são as reações a picadas de mosquito, qualquer picada gera uma grande inflamação, e deve ser tratada logo.

*Por essa disfunção da barreira da pele, o uso de HIDRATANTES é o fator fundamental. Porque eles nessa pele sensível, eles funcionam como o “cimentinho q tava faltando”, sendo imprescindível a qualquer paciente atópico para reestruturar a barreira da pele.

(clique aqui: post sobre hidratantes bem explicativo )

Dicas importantes:

AMBIENTE ADAPTADO:

-Evitar os desencadeantes da “alergia”, para ficar mais fácil, são os mesmos da rinite, e nesse caso, as mudanças de hábitos são peça fundamental:

Evitar tapetes, cortinas, ursinhos de pelúcia, sofás com estofados de pano, principalmente os esfiapados, de

-Passar pano molhado e aspirador na casa. Não usar vassoura direto porque levanta a poeira

-Colocar travesseiros e roupas de cama no Sol

-A casa deve estar arejada, evitando mofo e umidade. Evite produtos com muito cheiro, tipo ceras, incensos, velas aromáticas.

ROUPAS:

Evite flanela, lã, tecidos com pêlos de animais.

-Roupa muito sintética também é ruim, além de reter suor, que piora muito a pele

-Lugares muito frio, use uma roupa de algodão de preferência branca por baixo

COCEIRAS E INFECÇÔES CUTÂNEAS:

-Devem ser tratadas logo no início, tanto infecções fúngicas como bacterianas. Às vezes a própria picada de mosquito, ou a coçadura vai virando uma feridinha leve, e germes comuns da pele como o Staphylococcus aureus leva a uma super-infecção nesses pacientes, assim como a Malassezia que é o fungo do “pano branco”. Procure imediatamente o médico, porque antibióticos, eventualmente, devem ser prescritos.

-As coceiras (prurido) são características da atopia. Mas quando elas estão muito intensas, a prescrição de anti-histamínicos, até por longo período se torna necessária. Existem muitos no mercado e a escolha recai de acordo com o quadro do momento.

BANHOS (Isso vale para qualquer pessoa):

-Regra é: Um por dia, rápido e água nem quente, nem fria (quente demais nunca!!)

A pele, mesmo a atópica, produz substâncias essenciais para função de barreira. A água retira essa proteção natural, se for quente demais, mais ainda, e principalmente os sabonetes normais, que tem o pH mais alcalino, fazem isso de forma mais acentuada.

-Moramos no Brasil, e sei que o calor intenso faz a gente suar, mas evite esfregar sabonete no corpo todo, use nas dobrinhas (pescoço, orelhas, axilas, virilhas..), partes íntimas, pés e mãos se não tiver um sujidade visível. A própria água se encarrega de limpar, assim como sempre vai ter sabão no corpo todo, que vem dessas dobrinhas, como o próprio xampu que escorre. Se tiver que tomar outro banho, que seja ainda MAIS RÁPIDO e MENOS SABONETE. E pro paciente atópico existem sabonetes específicos.

-Cuidado ao enxugar: se ficar esfregando muito a toalha, isso é uma esfoliação, e não deve ser feita.

-Prefira banhos de mar aos de piscina, o cloro resseca muito a pele. E caso entre na piscina, muitooo hidratante depois para tentar compensar.

 

 

 

Autor: Dra. Violeta Tortelly

Formação Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)*****
Residência em Dermatologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)*****Mestranda na Universidade do Estado do Rio de Janeiro(UERJ)*****Professora no ambulatório de Alopecias na pós graduação de dermatologia do Hospital Naval Marcilio Dias*****Membro da equipe de parecer de dermatologia nos Hospitais Niterói D`or, Hospital Icaraí e Complexo Hospitalar de Niterói*****Preceptora/professora de Dermatologia no ambulatório do Hospital Universitário Pedro Ernesto de 2014-2016*****Fellow em Barcelona no Hospital Sant Creu e Sant Pau- 2013*****Membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Dermatologia Fluminense(SBD FL) gestão 2015-2016*****Título de especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e AMB*****
Título de especialista em Hanseníase pela Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH) e AMB*****

http://lattes.cnpq.br/6342177221536986